sexta-feira, 23 de março de 2007

Princípios Bíblicos de Liderança

Princípios Bíblicos de Liderança
Publicado em 22/04/04 às 23:39
Por Ed Rene Kivitz

Como ter um ministério eficaz, mesmo sendo pastor de uma Igreja pequena e pobre...

O tamanho de seu ministério não é medido pelo número de pessoas a quem você serve, mas pelo número de pessoas servidas pelas pessoas a quem você serve", ensinoume Bruce Wikinson há alguns anos atrás.

Na verdade este é o princípio de liderança de Efésios 4.11-16 nas suas três afirmações básicas:

1. A Igreja do Senhor Jesus cresce e se solidifica quando todas as suas partes (santos) estão ligados entre si e trabalhando bem;

2. As partes (santos) somente estarão harmonizadas e desempenhando cada qual o seu papel se forem capacitadas para tanto.

3. A responsabilidade por capacitar as partes (santos) para atuar repousa sobre os apóstolos, evangelistas, profetas e pastores-mestres.

Em outras palavras, a função pastoral não é fazer, mas "fazer fazer" e, principalmente, subsidiar os que fazem para que façam bem feito. Isto diz o apóstolo Paulo claramente: "Deus escolheu alguns para serem apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e ainda outros para pastores e mestres da Igreja. Ele fez isso para preparar o povo de Deus para o serviço cristão, afim de construir o corpo de Cristo" (Ef 4.11-12).

Até aqui não há qualquer novidade, pois o princípio é o mesmo usado pelo Senhor Jesus quando de seu ministério terreno. Robert Coleman afirma que Jesus não se preocupou com as multidões, mas sim com os homens a quem as multidões seguiriam. O auditório de domingo à noite não estimulava tanto Jesus quanto os encontros de discipulado durante a semana.

O Cristianismo virou o mundo de ponta cabeça em razão da qualidade intrínseca de um nazareno e sua capacidade de olhar nos olhos de homens comuns: sem tecnologia, sem um grande templo, sem agressividade na arrecadação financeira, sem promoção da indústria do milagre, sem programa de rádio e televisão, e sem bandas para entusiasmar o povo no louvor. Apenas contato-contágio, multiplicando homens, dos quais o mundo não era digno, que por sua vez fariam contato e contagiariam outros.

Quando atualmente ouvimos falar de ministérios eficazes e abrangentes, logo imaginamos uma enorme estrutura por trás de um semideus. Pastores retornam dos encontros cheios de entusiasmo e logo "caem na real" lamentando a escassez de líderes, as dificuldades financeiras e a carência de recursos para ampliar o ministério. Se o alvo é alcançar multidões, a queixa está correta e o melhor que as instituições paraeclesiásticas poderiam, fazer pelo Brasil, seria arrecadar fundos no exterior. Mas se o alvo é discipular homens fiéis e idôneos para o princípio contatocontágio, então não há razão para lamentações e frustrações.

O mais recente best seller da administração foi escrito por Jerry Forras e James Collins. Chamase "FEITAS PARA DURAR" (Editora Rocco), e apresenta princípios de liderança capazes de manter uma empresa viva após a morte de seu primeiros visionários. Jerry e James disseram que líderes de verdade não dão soluções, dão ferramentas. Isto é, não dizem as horas, ensinam a construir relógios. Isto é, não fazem, providenciam que seja feito. Isto é, não reúnem seus funcionários para declarações solenes do horário do dia, mas multiplicam pessoas capazes de dizer que horas são. Sabem que o tamanho de sua contribuição ao mundo não se pode medir pelo número de pessoas a quem estes disserem as horas, mas pelo número de pessoas que puderem saber as horas quando ele não estiver por perto.

Bem, confesso que estou em dúvida: não sei se James e Jerry pesquisaram empresas visionárias ou os princípios de liderança do Senhor Jesus e do apóstolo Paulo. Na verdade, acho mesmo que foram aqueles camaradas que construíram impérios como Disney, IBM, American Express, Ford, Boeing, Johnson & Johnson, 3M e WalMart, que eram leitores do Novo Testamento, aliás, prática bastante negligenciada pelas lideranças evangélicas contemporâneas.

Ed Rene Kivitz é pastor da Igreja Batista de Água Branca e autor de três livros, "Nasce uma Igreja" (Ed. Sepal), "Koinonia" e "Quebrando os Paradigmas" (Ed. Abba Press).

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Grupos do Google
Receba em seu e-mail, Textos Reformados Selecionados
E-mail:
Visitar este grupo